Saturday, October 15, 2005

Norway: A ditadura dos burocratas

O meu fascínio e afecto pela Noruega não me impedem de reconhecer que a Noruega tem algumas instituições meio-fascistas, com funcionários ignorantes, teimosos, mentecaptos e arrogantes. Enviam cartas aos pais estrangeiros de meninos e meninas noruegueses que não lhes devem nada a exigir-lhes dinheiro e não explicam porquê. Telefona-se-lhes e embora eles falem inglês parece que são burros, não percebem ou fazem que não percebem, põem-se a repetir a lengalenga idiota vezes sem fim. Não pensam, não têm cérebro, raciocinar está acima das suas possibilidades. Fy Fan! E voltam a enviar a mesma carta imbecil a pedir pagamentos que ninguém lhes deve sem de novo se dignarem, pelo menos, explicar porquê. São ditadores, abusivos, preguiçosos, burocratas, irritantes. Ainda não entendi por que é que os noruegueses não se revoltam contra o Estado-ladrão que os explora e oprime e que triunfa onde os próprios soviéticos falharam. O civismo excessivo tem destas coisas, leva à passividade das boas pessoas.