Sunday, October 09, 2005

Sinais exteriores

Os homens dos impostos interessam-se pelos sinais exteriores de riqueza: automóveis luxuosos, vivendas opulentas, barcos, motas potentes, charutos de Havana provavelmente, roupa e sapatos caros, restaurantes caros, vida "dissoluta" e extravagante, amantes, oiro e certos relógios de marca, etc., etc.

A gente da literatura não devia, no entanto, acreditar tão ingenuamente na inflexibilidade da lógica que liga as aparências à realidade. Os sinais exteriores de poesia - verso, estrofe, rima, imagens, vocabulário e sintaxe particulares, por exemplo - não implicam que haja de facto poesia; significam apenas que a poesia foi (ilusoriamente?) "identificada" e os seus sinais exteriores imitados ou reproduzidos "institucionalmente".