Monday, January 30, 2006

Amigos e inimigos

Entre promover os "amigos" e desancar nos "inimigos", qual é a diferença? Tudo são episódios humaníssmos da luta pelo poder e pela influência. Ter interesses e convicções não é forçosamente um defeito. Pode surpreender o surgir de tanta violência a propósito de uma coisa marginal como a vida literária. O 25 de Abril não foi uma revolução; foi apenas uma redistribuição diferente de alguns poderes. A literatura, que é coisa privada, anda assim nas bocas do mundo; que mau gosto. Falar é capaz de ser o contrário de fazer. Nestas histórias pode haver culpados, mas não há inocentes.