Wednesday, May 24, 2006

Prémios e críticos

Os prémios literários valem o que valem aqueles que os atribuem, não aqueles que os recebem. Nenhum júri conseguiu nunca tornar importante um escritor medíocre; quando por falta de ética ou de qualificação o júri foi por esse caminho, o que ficou a nu foi a mediocridade ou a corrupção (passiva ou activa) dos membros do júri.

Sobre a crítica literária dos jornais (e não só) pode dizer-se exactamente a mesma coisa: embora a aparente seriedade da embalagem tenda a iludir os incautos, os jornais limitam-se a divulgar massivamente e bombasticamente as preferências de um grupo identificável de pessoas. Os distribuidores de recompensas dão-nos uma ajuda preciosa quando se trata de entender o imaginário e a cultura da classe dita intelectual de uma sociedade em determinada época.