Thursday, June 15, 2006

As razões do exagero...


“I think a frequent cause of overstatement is diffidence: wondering whether what one is about to say is worth hearing. So one embellishes it a bit, not quite deliberately. If the message is relayed, embellishment is subject to iteration; and the message becomes the more worth relaying as the embellishment proceeds. A tacit, tentative reservation of the full belief is the part of the prudent listener. “


Aplicada à arte, esta observação torna-se particularmente irónica: por receio de não produzir "obra artística", o artista menor tem tendência a recorrer a processos que na sua opinião imatura são "artísticos" e hão-de por consequência conferir qualidade estética à obra. A gente sente o artifício e lamenta a ambição ingénua. Quanto ao conceito de "artista menor", como é evidente, escapa a qualquer definição científica e convincente, o que torna o problema muito mais interessante do que parecia.